A Polícia Federal do Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulho, em ação conjunta com oficiais da FAB (Força Aérea Brasileira) e Receita Federal, prendeu oito passageiros que tentavam embarcar com droga para a Europa, Ásia e África, durante o feriado da Páscoa.

As ações, que resultaram nas prisões pela Polícia Federal, ocorreram em momentos distintos. Quatro passageiros, que embarcariam para a França, tentaram viajar com capsulas de cocaína ingeridas. Os suspeitos foram conduzidos a um hospital público, em razão do risco de morte, para poderem expelir a droga com segurança.

Uma mulher da Namíbia foi flagrada por policiais federais ao tentar viajar para a África do Sul, em voo com conexão posterior em seu país de origem, com quase 10 quilos de cocaína nas bagagens.

Em outra ação, um boliviano quis enganar a fiscalização ao transportar um quilo da mesma droga dentro de chinelos. Ele foi preso no momento em que realizava os procedimentos migratórios.

Já num voo para o Catar, com conexão posterior para a Turquia, um passageiro da República Dominicana foi flagrado pelos policiais transportando quase três quilos de cocaína em volumes que estavam ocultos na bermuda que vestia.

Por fim, servidores da Receita Federal conduziram à delegacia da PF, um nigeriano, que ingressou no país com solicitação de refúgio, transportando mais de onze quilos de cocaína dentro de frascos de cosméticos. O homem, que recebeu voz de prisão, embarcaria para Uganda.

Os suspeitos foram encaminhados à Justiça Federal onde poderão responder pelo crime de tráfico internacional de drogas.

Categorias: Novidades