Quando o assunto é alimentação nos aeroportos, a opinião popular é praticamente unânime: os preços são quase sempre muito inflacionados, e um simples cafézinho pode pesar muito no bolso dos passageiros.

Mas você sabia que nem só de opções mais caras vivem os aeroportos? Alguns restaurantes oferecem alimentação mais em conta, que podem custar até 60% menos.

Esses locais são praticamente secretos, às vezes até com difícil acesso aos passageiros — e isso acontece por eles atenderem preferencialmente os funcionários e as tripulações das companhias aéreas. Mas isso não significa que o público em geral não possa acessá-los.

Para descobrir se a economia realmente vale a pena, a CNN foi até o aeroporto de Guarulhos e comparou os preços.

Em um restaurante tradicional da praça de alimentação, por exemplo, um café com leite, um pão de queijo e um misto quente custaram R$ 75,37.

Em seguida, nossa equipe foi ao restaurante Santa Luzia, uma das opções mais em conta, e pediu os mesmos itens. O valor total foi de R$ 31 reais, cerca de 60% mais barato.

Mas, para chegar ao local, o acesso realmente é complicado — o restaurante fica nas docas do terminal 2, na área de check-in “D”. Lá, é necessário acessar um corredor e pegar o elevador para descer um andar. Ao chegar no andar inferior, a sensação é de que estamos em um local restrito, mas não é.

Gleide Araújo, gerente administrativa do Santa Luzia, afirma que um dos motivos que podem explicar os preços mais baixos é o valor do aluguel do restaurante.

“Nosso restaurante surgiu como uma proposta para funcionários do aeroporto e, obviamente, a gente não poderia cobrar o mesmo valor que é cobrado para os passageiros. Além disso, em cada área o valor do aluguel é diferente. Nós não temos acesso [aos valores], mas acreditamos que seja dessa forma. Então talvez por isso que a gente consiga chegar num valor acessível”, explica Gleide.

Além de matinais, o cardápio do restaurante também oferece a opção de buffet com comida caseira, e a marmitex custa R$28.

Categorias: Dicas